12 de fev de 2012

DURMO COM OS ANJOS

O amor é como a fé,   não tem garantia alguma de resposta ou proteção, mas as vezes as coincidencias fazem com que as pessoas acreditem que ele exista
As vezes o passado é tão ligeiro que alcança o presente e ultrapassa o futuro, tudo se torna velho mesmo antes de acontecer
Todos somos assombrados pelo fantasma da duvida, mas  a certeza ser uma condição temporária é o que garante a emoção da vida
Milagres são presentes da desesperança, os esperançosos não recebem milagres, eles alcançam sonhos
Que sonhos? as minhas expectativas não morrem, elas são abortadas
Calculo o amor que eu tenho pelas pessoas pela capacidade que elas tem em me fazer chorar e não pela determinação que elas tem em me fazer sorrir
Quando eu era criança, todas as noites minha vó me dizia: durma com os anjos, engraçado que só agora que eu não sou mais criança é que verdadeiramente um anjo dorme ao meu lado, todas as noite eu adormeço dizendo-lhe: boa noite filho

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Permita um fragmento seu escorrer até suas mãos e então escreva