26 de dez de 2011

MARCAPASSO

Amar é manter todas as escolhas, até mesmo aquelas que não nos escolheram
Nenhuma viagem é longa o suficiente a ponto de durar ate descansarmos de nossa vida, volto ainda cansada, morrendo de saudade de tudo que me fez viajar
A vida é um improviso, então não se cobre um espetáculo, a perfeição só acontece com a repetição, e na vida cada segundo acontece apenas uma vez 
Eu nunca senti o cheiro de queijo da Lua ou provei do algodão doce das nuvens
Eu nunca ouvi o canto do vento ou notei a respiração de uma planta
Eu nunca escutei o lamento de uma pedra ou vi o sangrar de uma flor arrancada do jardim
Estou sempre olhando para dentro, pois o que procuro são emoções, e as emoções não precisam de cenários, elas dançam mesmo aprisionadas em pensamentos, cantam mesmo escondidas dentro da boca, vivem mesmo mortas no sono.
Meus passos continuam andando sobre a esteira

Um comentário:

  1. Nossa Fernanda, quanta poesia boa, adorei seu jeito de escrever, tem muito a ver comigo!
    De cara da para ver diferentes coisas boas de vc atraves deles... e so li alguns...rs
    Bjos!!
    Dri

    ResponderExcluir

Permita um fragmento seu escorrer até suas mãos e então escreva