26 de abr de 2011

FIOS DE SEDA

Quando menina acreditava que haviam monstros embaixo da minha cama ou dentro do meu guarda roupa, agora crescida sei que estou completamente sozinha em meu quarto, nem os fantasmas me fazem mais companhia
Curiosamente os artistas da vida  não se atentam aos expectadores que aplaudem, se interessam em observar os que assistem em silêncio e se torturam com a ausencia da cadeira vazia
Vida Mansa a de marionete, se faz dançar e se faz cantar pelas mão alheias, não precisa fazer esforço algum, basta se deixar conduzir, se faz feliz e faz feliz 


2 comentários:

  1. muito lindo! parabéns você escreve muito bem!
    estou te seguindo e, pretendo acompanhar suas postagens!
    http://flordeembair.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Obrigada, sinta-se a vontade em visitar meu quarto

    ResponderExcluir

Permita um fragmento seu escorrer até suas mãos e então escreva