19 de set de 2010

MITO


Talvez eu seja meu próprio mito.
Eu não busco um lugar ao sol, no meu mundo eu tenho o meu próprio sol, então aqui pouco me importa ficar despercebida na sombra.
Conseguir se conquistar é o maior troféu da vida, choro de tristeza quase todos os dias mas meu coração esta apaixonado por mim, eu não me faço feliz, mas não importa, eu continuo me amando.
Eu já entendi que eu não necessito agora só preciso esquecer que quero.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Permita um fragmento seu escorrer até suas mãos e então escreva