4 de mar de 2015

CIGARRA URBANA

Uma vez um homem conheceu uma mulher
Ela era fria, não se importava muito com os amigos e não gostava de parentes
Não gostava do dia, apenas um pouco da noite, justamente quando menos a aborreciam
Odiava ver certos filmes, ouvir certas musicas e ir a certos lugares
Faltava a todos os compromissos de família, ela pouco se importava
Uma vez uma mulher conheceu um homem
E depois disso ela pouco se importava
Assistia a qualquer filme, ouvia qualquer musica, ia a todos os lugares
Acordava cedo se preciso ou invadia a madrugada
Desejou estar nos compromissos de família em que ele não a levava
Ela nunca mentiu e ele nunca acreditou
Ele não entendeu, que ela nunca mudou
Ao lado dele ela não era atriz
Ela simplesmente era feliz



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Permita um fragmento seu escorrer até suas mãos e então escreva