25 de jan de 2012

CADEIRA DE BALANÇO

Eu avisei as minhas verdades que elas não sabem a capacidade que eu possuo em me contradizer
Eu confessei as minhas atitudes que elas não conhecem a agilidade que eu possuo para me esconder
Eu alertei as minhas promessas que elas não conhecem a experiência que eu possuo em desistir
Mesmo assim, teimosas, elas insistem em me iludir  que eu posso me tornar uma pessoa melhor

Fé é uma questão de escolha
Uns escolhem preencher as lacunas de suas duvidas com certezas
Outros escolhem preencher as lacunas de suas certezas com duvidas

Amargura é quando ser feliz não é mais suficiente para ser feliz

Queria sonhar, mas a insônia da realidade me faz ficar acordada


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Permita um fragmento seu escorrer até suas mãos e então escreva